Vovô  coruja  paulista

Trovas e acrósticos

Textos

   POLÍTICOS!
 
Os denunciantes são bandidos,
Tanto quanto os denunciados;
No altar têm se mantido,
E o povão abobalhado.
 
Os poderes constituídos,
Se fingem de surpreendidos;
Ficam todos ofendidos,
E se dizem perseguidos....coitadinhos não?
 
Uma sucia de facínoras,
Sem um pingo de vergonha;
Com desculpas esfarrapadas,
E cantilena enfadonha.
 
Se você ninguém reeleger,
Nas próximas eleições;
Cria alternância no poder,
E economizamos bilhões....nas propinas!
 
A constância no poder,
Cria muita impunidade;
E como não têm caráter,
Aumenta a voracidade....no roubar!
 
Num tautograma com “pe”,
Tem político, puta, peste;
Promessa, privilégio, pobre,
Paralisia, pagar, perde.
 
Mas como DEUS é perfeito,
Tem professora, pai, poeta;
Princesa, proteção, povo,
Paixão, paisagem, porta....da cadeia, ou do Céu!
 
Gilberto Eduardo Torres e DEUS
Enviado por Gilberto Eduardo Torres em 18/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras