Vovô  coruja  paulista

Trovas e acrósticos

Textos

        TENHO INDULGÊNCIA?
 
Sou um homem de exatas,
E já fiz setenta e sete;
Só raciocino com lógica,
Mas me sinto cafajeste.
 
Quando rezo o Pai Nosso,
O que faço diariamente;
Tenho que sentir remorso,
Por não ser tão atuante.
 
O Pai Nosso nos compromete,
A perdoar “assim como”;
E sei que não sou indulgente,
No como amo meu próximo.
 
Quanto vale minha oração,
Se os atos não são iguais;
É blasfêmia e negação,
DEUS e JESUS merecem mais....muito mais!!!
 
Como posso pedir perdão,
Se sou duro pra perdoar;
Se dentro do meu coração,
É difícil relevar.
 
Tenho que passar a ver,
Como ando me comportando;
Pra que possa merecer,
DEUS e JESUS me amando.
 
 
 
 
 
Gilberto Eduardo Torres e DEUS
Enviado por Gilberto Eduardo Torres em 21/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras