Vovô  coruja  paulista

Trovas e acrósticos

Textos

     SEXO FRÁGIL?
 
Será que um dia vai ter,
Uma lei que está faltando;
Protegendo a mulher,
Que continua sofrendo.
 
Até parece piada,
O congresso nacional;
Passa o tempo e não faz nada,
Prevalece o patriarcal.
 
Ainda não acordaram,
Que toda mãe é mulher;
A proteção que negaram,
É burra e sem caráter.
 
Bolsonaro e Sérgio Moro,
Vocês são a esperança;
Pra JESUS eu sempre oro,
Uma lei com segurança.
 
Lei que responsabilize,
Juiz, promotor, delegado;
Não agindo é deslize,
Num processo adequado.
 
Basta de tanto sofrer,
Por pura incompetência;
Chega de mulher morrer,
É uma questão de consciência.
 
A medida protetiva,
É atestado de óbito;
É nada e paliativa,
E também um papel maldito.
 
Frágil mesmo é a lei,
Mais o caráter machista;
Todo machão se achar rei,
Mas é mesmo, terrorista....e covarde!
 
 
Gilberto Eduardo Torres e DEUS
Enviado por Gilberto Eduardo Torres em 27/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras