Vovô  coruja  paulista

Trovas e acrósticos

Textos

A LAGARTIXA MORAL!!
(continuação)
 
Ri de sua cara de espanto,
Embora estivesse me corando;
Quase que cai num pranto,
Ouvi o que estava precisando.
 
Em cobrança sou radical,
Pois fui diretor de escola;
E se você é cordial,
Vai acabar pedindo esmola.
 
O Moral deixou o sermão,
E ficamos só conversando;
Me contou que é anjo guardião,
E não está no comando.
 
Pode ter a forma que quer,
Foi lagartixa só aqui;
Por causa do meu bem querer,
E gostou muito daqui.
 
Tá na hora de ir embora,
Já nos deu o seu recado;
Do Senhor é auditora,
Lhe dei meu muito obrigado.
 
Me deixou entusiasmado,
E com muita confiança;
Estou bem aconselhado,
E coberto de esperança.
 
Só preciso de aliados,
Para não lutar sozinho;
Eleitores preocupados,
Tirar os “moles” do ninho.
 
O Moral me deixou claro,
Que veio aqui nos alertar;
Veio aqui com seu preparo,
Não pretende mais voltar.
 
Deixou muitas sugestões,
Façamos a nossa parte;
Não aceitarmos aberrações,
E sejamos baluartes.
 
Bolsonaro foi eleito,
Seu mandato é legítimo;
Seu governo não é perfeito,
Mas devemos ficar próximo.
 
Brasileiros com otimismo,
Cumprindo com seu dever;
Melhorar o patriotismo,
Para o Brasil crescer.
 
Temos o dever moral,
De tornar o Brasil melhor;
Como um povo excepcional,
E ser grande benfeitor;
 
Não aceitem ser joguete,
Respeitem mais o Criador;
Nunca seja marionete,
Mostre sempre seu valor.
 
À imagem e semelhança,
Só o homem que foi feito;
Nunca traia esta confiança,
Pois o mundo, é perfeito.
 
Minha missão está encerrada,
Eu só tinha que preveni-los;
Que existe uma estrada,
Que os deixa, mais tranquilos.
 
O Moral volta a ser,
A lagartixa de sempre;
Foi DEUS que mandou dizer,
Que o SEU dever, ELE cumpre.
 
               (FIM)
 
 
 
 
 
Gilberto Eduardo Torres e DEUS
Enviado por Gilberto Eduardo Torres em 06/04/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras